Esperança News

Tarcísio telefonou para Vera após confusão em debate Jornalista afirma que foi hostilizada pelo deputado Douglas Garcia, que acompanhava Tarcísio

 

Tarcísio Freitas entrou em contato com Vera Magalhães Fotos: PR/Marcos Corrêa // Reprodução: Band

Candidato ao governo de São Paulo, o ex-ministro Tarcísio de Freitas (Republicanos) se manifestou publicamente sobre a discussão entre seu colega de partido, o deputado estadual paulista Douglas Garcia e a jornalista Vera Magalhães. A confusão ocorreu minutos após o encerramento do debate para o governo de São Paulo, realizado na TV Cultura, na noite desta terça-feira (13).

– Lamento profundamente e repudio veementemente a agressão sofrida pela jornalista Vera Magalhães enquanto exercia sua função de jornalista durante o debate de hoje. Essa é uma atitude incompatível com a democracia e não condiz com o que defendemos em relação ao trabalho da imprensa – escreveu o candidato nas redes sociais.

De acordo com Vera, Tarcísio lhe telefonou para mostrar solidariedade e, embora ela tenha visto sinceridade, reafirmou suas críticas ao atual governo.

– Agradeci a @tarcisiogdf a solidariedade e o repúdio, que me pareceram sinceros. Mas repetirei aqui o que disse a ele ao telefone: a autorização para que pessoas assim ajam dessa forma vem dos líderes políticos. E ele tem de deixar claro se é com esses que pretende governar – afirmou a jornalista.

Ao portal UOL, Tarcísio afirmou que o deputado Douglas Garcia não o acompanhará em outras sabatinas e debates eleitorais

– Lamento muito, se eu soubesse que ia dar alteração, não teria convidado. Jamais teria dado o convite se fosse para haver desrespeito a qualquer jornalista. O que a gente tem que fazer é afastar esse tipo de comportamento – disse o ex-ministro.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

“Tentaram me associar a um crime brutal”, dispara Bolsonaro Presidente apontou "narrativa mentirosa" da mídia

 

Bolsonaro queixou-se de cobertura da mídia de crime cometido por apoiador de Lula Fotos: Isac Nóbrega/PR // Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PL) falou sobre a tentativa da imprensa de associá-lo ao homem que matou a ex-mulher e o filho de 2 anos, nesta segunda-feira (12), em São Paulo. Conforme escreveu o presidente nas redes sociais, a narrativa só não foi adiante porque o criminoso tem o rosto de Lula (PT) tatuado no braço.

– Após mais uma tentativa covarde de me associar a um crime brutal sem o menor fundamento, a imprensa teve que descartar a narrativa por conta de uma tatuagem de Lula no braço do assassino. Dificilmente seguirão dando destaque, prova de que a preocupação nunca foi com as vítimas – escreveu em seu perfil no Twitter.

Ezequiel Lemos Ramos, o autor do crime, é um colecionador de armas e atirador desportivo e caçador (CAC). O armamento da população civil é um tópico amplamente defendido por Jair Bolsonaro. Os veículos, por sua vez, ainda que não mencionassem o nome do chefe do Executivo, deram bastante ênfase ao fato, “ignorando” que o criminoso é um apoiador do ex-presidente petista.

– O fato é que, se não existisse essa tatuagem, jornais ainda estariam explorando mais uma narrativa mentirosa para tentar convencer inocentes de que as milhões de pessoas que me apoiam, homens, mulheres, jovens e idosos, compactuam de alguma forma com esse tipo de barbaridade – disse Bolsonaro.

E continuou:

– Tamanho desrespeito não atinge somente o povo, que já demonstrou inúmeras vezes seu caráter ordeiro e que se manteve pacífico mesmo diante do abuso da corrupção e da violência na era petista, mas principalmente as vítimas desse crime, reduzidas a meras ferramentas de campanha.

O CRIME
Ezequiel Lemos Ramos, de 39 anos, matou a ex-mulher Michelli Nicolich, de 37 anos, e o filho mais novo do casal, de 2 anos. O crime ocorreu em frente a uma escolinha na Zona Leste de São Paulo.

Michelli estava no veículo, um Fiat Uno branco, com os dois filhos, de 2 e 5 anos, logo após buscá-los na escola infantil O Rei Leão, na Avenida Rodolfo Pirani, no Parque São Rafael. Uma câmera de segurança registrou o momento em que o carro de Michelli sai do controle e bate em um poste. Em seguida, o ex-marido surge correndo e atira contra a janela do carro.

A criança de 5 anos não foi atingida. Mas Michelli e o filho caçula, mesmo tendo sido levados com vida a um hospital da região, não resistiram aos ferimentos a bala.

Ezequiel acabou se rendendo, sem a arma, e detido em flagrante por um policial militar de folga. Ele foi encaminhado para o 49º Distrito Policial (DP), onde foi indiciado por duplo homicídio doloso qualificado por feminicídio e emboscada e tentativa de homicídio.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Rosa Weber diz que o STF tem o direito de “errar por último” Ministra é a nova presidente do Supremo Tribunal Federal

 

Rosa Weber, presidente do STF Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

A ministra Rosa Weber, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) recém-empossada, ressaltou em seu discurso o papel do STF como “guardião da Constituição”. A posse da ministra foi realizada nesta segunda-feira (12).

– O STF tem sido alvo de ataques injustos e reiterados por parte de quem desconhece o texto constitucional – afirmou.

Citando o jurista Ruy Barbosa, Weber ressaltou o poder de “última palavra” do STF sobre a Constituição e disse que o tribunal pode errar, mas tem o direito de “errar por último”.

– Em uma democracia, todos podem debater e defender a interpretação que lhes pareça mais correta, merecendo repulsa apenas as distorções de sentido a interpretação maliciosa de conceitos. Há um instante em que se impõe uma palavra final, o encerramento da controvérsia – disse.

Ainda citando Ruy Barbosa, afirmou que a única forma de o STF firmar sua autoridade é no acerto das suas sentenças.

Rosa destacou a missão do STF de garantir a ordem constitucional e a “higidez do jogo democrático”, neutralizar a opressão estatal e velar pela integridade de direitos. Disse ainda que é papel da Corte “repelir condutas governamentais abusivas” e “fazer cumprir pactos internacionais”.

– Sem um Judiciário forte, não há democracia – declarou.

Além disso, se referiu à importância da convivência de maiorias e minorias no processo decisório.

Em referência ao seu antecessor na presidência da Corte, a ministra disse que Luiz Fux defendeu o STF “com denodo e altivez”. Também aproveitou a ocasião para elogiar seu vice, Luis Roberto Barroso, pela “competência” e “brilho”.

*Com informações da AE

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Ao vivo 12/09 | Lula na CNN Brasil

Share:

Primeira-dama Michelle volta a estrelar campanha de Bolsonaro Nova propaganda do candidato à reeleição focou no público feminino

 

Michelle Bolsonaro em novo vídeo de campanha Foto: Reprodução/Vídeo redes sociais

Na propaganda que foi ao ar nesta terça-feira (13), no horário eleitoral gratuito na TV, o presidente Jair Bolsonaro (PL) focou no público feminino. A peça publicitária tem como protagonista as mulheres, sobretudo a primeira-dama, Michelle, e faz críticas a declarações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre as mulheres.

– Em sua posse, Bolsonaro protagonizou uma das mais belas cenas de valorização da mulher. Quebrando todos os protocolos, foi Michelle quem primeiro falou à nação. Um gesto claro de respeito às mulheres e da importância de sua companheira naquele momento tão especial para o país – diz a locutora da propaganda, em referência ao discurso em libras que a primeira-dama fez em 1º de janeiro de 2019, na posse.

– Mesmo com esse jeitão dele, ele faz muito pelas mulheres – afirma em outro trecho.

– Não é com discurso que o Jair demonstra respeito pelas mulheres, é com realizações – diz a locutora da propaganda em outro trecho.

No começo da peça publicitária, a campanha de Bolsonaro contrapõe duas falas de Lula. Em uma delas, o petista diz que em seu governo as mulheres eram tratadas com respeito.

– Quer bater em mulher? Vai bater em outro lugar, mas não dentro da sua casa – diz a outra declaração do ex-presidente, criticada nas redes sociais.

Michelle aparece por poucos segundos em depoimento, afirmando que quem acha que Bolsonaro não realizou medidas para a proteção de mulheres não conhece o presidente.

– Se para alguns parece estranho que o Jair tenha feito tanta coisa para a proteção das mulheres, é porque não conhece o presidente – diz a primeira-dama.

*AE

Share:

“William Bonner, aprende com o William Waack”, aponta Henkel Comentarista se manifestou a respeito da entrevista de Lula com o jornalista da CNN Brasil

 

Ana Paula Henkel Foto: Reprodução/Jovem Pan News

A comentarista Ana Paula Henkel, da Jovem Pan, usou as redes sociais, nesta terça-feira (13), para falar sobre a entrevista que Lula concedeu ao jornalista William Waack, da CNN, na segunda-feira. O petista foi confrontado por Waack, que citou dados do IBGE e falou sobre deficit orçamentário.

De acordo com o post de Ana Paula, o âncora do Jornal Nacional, William Bonner, da Rede Globo, deveria aprender com Waack. O comentário ocorreu porque, em agosto, durante a sabatina, Bonner se dirigiu a Lula afirmando que o petista “não deve nada à Justiça”,

– William Bonner, aprende com o William Waack – escreveu Henkel.

 

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Dallagnol alfineta Lula com PowerPoint de sua candidatura Ex-procurador fez referência ao PowerPoint utilizado na Lava Jato para apontar denúncias contra o petista

 

Deltan Dallagnol Foto: PT/Lula Marques

O ex-procurador e candidato a deputado federal pelo Paraná, Deltan Dallagnol (Podemos), ironizou o ex-presidente Lula (PT) com um PowerPoint de sua campanha. O slide, que traz a frase “vote Deltan”, foi feito de forma semelhante ao que ficou famoso ao ser utilizado pela Lava Jato para apontar denúncias de corrupção envolvendo o petista.

– “Não entendi, faz um PowerPoint”. Bom, pediram tanto que aí está, o mais novo e atualizado PowerPoint. E se reclamar, eu faço outro… – provocou Dallagnol.

A imagem traz esferas ao seu redor com mensagens como “para a tristeza de Lula” e aponta para a frase do pedido de voto em Deltan.

– Se você quer levar a Lava Jato pro Congresso Nacional, ajude a deixar esse PowerPoint famoso também e vamos juntos de 1919 no dia 2 de outubro! – completou o ex-procurador na legenda da postagem.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Postagem em Destaque

Heloisa Bolsonaro critica artistas na posse: “Volta a farra” Esposa do deputado Eduardo Bolsonaro questionou como será feito o pagamento dos cantores

  Heloisa Bolsonaro  Foto: Reprodução/Redes Sociais A esposa do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP),  Heloisa Bolsonaro , criticou em...

Comente deixe sua opinião

Blog Archive

SIGA-ME

SIGA-ME
SEJA UM SEGUIDOR

TWITTER

whatsapp

Postagens mais visitadas

Globo de visitas