Esperança News: Midia
Mostrando postagens com marcador Midia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Midia. Mostrar todas as postagens

Nubank segue com ações em NY, mas fecha capital no Brasil De acordo com a empresa, o objetivo é "maximizar a eficiência"

Em agosto, Anitta assumiu o posto de “embaixadora global” da marca

O Nubank vai pedir à B3 e à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a conversão de seus papéis hoje listados no Brasil (BDRs nível 3) em recibos de ações comuns (ou BDRs de nível 1). Dessa forma, a companhia seguirá negociando suas ações no mercado americano, mas deixará de ter a dupla listagem no Brasil.

Atualmente, o Nubank é uma companhia de capital aberto tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil. Com a conversão de seus recibos, pedirá à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) descontinuidade do programa de BDRs de nível 3 e, posteriormente, o cancelamento de seu registro de companhia aberta no país.

Segundo a fintech, o objetivo é “maximizar a eficiência”. Por ter dupla listagem, o Nubank precisa ter estruturas diferentes, para atender às normas específicas dos mercados em que seus papéis são negociados.

– O Nubank visa maximizar a eficiência e a escalabilidade, reduzindo cargas de trabalho duplicadas desnecessárias em requisitos regulatórios, que consomem recursos consideráveis – disse, em nota, a cofundadora e CEO do Nubank no Brasil, Cristina Junqueira.

CONVERSÃO
Os detentores de BDRs do Nubank terão três opções: trocar os recibos por ações negociadas nos EUA; trocar o BDR de nível 3 por um novo, de nível 1; ou fazer a venda dos BDRs em bolsa brasileira ou americana, em processo de venda facilitado.

Para converter os BDRs em ações, o investidor precisa deter recibos suficientes. Cada BDR do Nubank equivale a um sexto de uma ação do neobanco listada em Nova Iorque, proporção que será mantida na mudança de programa. Ou seja, o investidor precisará deter seis ou mais BDRs para aderir à opção, além de conta ativa em uma corretora nos EUA.

*AE

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Colunista do UOL: “Bolsonaro esmurrou a Globo sem tocá-la” Josias de Souza também considerou que o presidente saiu "ileso" da entrevista

 

Jair Bolsonaro durante sabatina no JN Foto: Reprodução / Globoplay

O colunista Josias de Souza, do portal UOL, avaliou que o presidente Jair Bolsonaro (PL) conquistou dois feitos durante a sabatina no Jornal Nacional nesta segunda-feira (22). O primeiro deles foi sair “ileso do embate com William Bonner e Renata Vasconcelos”. O segundo foi “esmurrar o Grupo Globo” sem nem ao menos tocá-lo, por meio do nome de Dario Messer, escrito em sua mão esquerda. Sem precisar falar, Bolsonaro relembrou a delação premiada feita em 2020 pelo doleiro, que afirmou ter repassado dólares em espécie para a família Marinho durante os anos 90.

– [Bolsonaro] executou um golpe inédito no pugilismo. Esmurrou o Grupo Globo sem tocá-lo. Em gestos ensaiados, o capitão sacudiu as mãos abertas diante das câmeras. Exibia na mão esquerda uma cola. Nela, liam-se os nomes de três países, Nicarágua, Argentina e Colômbia, e de uma pessoa: Dario Messer, o “doleiro dos doleiros”. Bolsonaro não precisava de cola para lembrar dos três países que ele inclui na “onda vermelha” que varre o continente. Foram anotados apenas para tornar a cola mais chamativa. Era Messer que o entrevistado desejava realçar, como se convidasse o espectador a passar o nome no Google. Coisa combinada com o filho Carlos Bolsonaro – analisou Josias.

Para o colunista, o presidente optou por não mencionar explicitamente o nome de Messer durante a entrevista para que não fosse rebatido.

– Pilhado na Lava Jato, Dario Messer fez delação premiada em 2020. Disse ter repassado dólares em espécie à família Marinho na década de 1990. Em nota, os proprietários do Grupo Globo negaram ter realizado operações de câmbio no mercado clandestino. Citando-o, Bolsonaro amargaria o contragolpe de um desmentido formal. Exibida sorrateiramente, a maledicência ganhou as redes sociais sem resposta – prosseguiu o comunicador.

Josias disse ainda que o presidente desviou dos golpes de Bonner e Renata com “mentiras, meias verdades e manipulações” e que desconversou com “respeito e sobriedade”. O colunista concluiu sua análise afirmando que o presidente saiu ileso por não ter perdido votos, mas que tampouco conquistou novos eleitores.

– No geral, Bolsonaro mentiu e desconversou com respeito e sobriedade. Ou seja: soou na bancada do Jornal Nacional como se estivesse completamente fora de si. E ainda alardeia que foi à entrevista sem treinamento! Não disse nada capaz de seduzir multidões de eleitores pobres ou de ex-bolsonaristas indecisos. Tampouco roubou votos de Lula, poupado durante toda a entrevista. Mas é certo que, a despeito dos panelaços, não perdeu votos com a entrevista – completou.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

DF: Justiça arquiva interpelação de Fontenelle contra Mario Frias Juiz aceitou pedido apresentado pela defesa do ex-secretário de Cultura

 

Antonia Fontenelle e Mario Frias Fotos: Carolina Antunes/PR // Roberto Castro/Mtur

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJ-DF) decidiu arquivar uma interpelação judicial apresentada pela youtuber Antonia Fontenelle contra o ex-secretário especial de Cultura, Mario Frias. Fontenelle havia acionado a Justiça após Frias, durante uma live em 12 de fevereiro, chamar a apresentadora de “cacatua” e “rainha da Rouanet”.

A decisão de arquivar a queixa foi do juiz Omar Dantas Lima, que aceitou um pedido apresentado pela defesa de Mario Frias. Em decisão dada na sexta-feira (9), o magistrado considerou que o prazo para o oferecimento da queixa- crime já havia acabado.

– Considerando que o pedido de interpelação não interrompe nem suspende o prazo de seis meses para oferecimento da queixa crime, percebe-se que transcorreu o lapso temporal previsto em lei. Por isso, determino o arquivamento dos autos e a consequente extinção da punibilidade de Mario Frias, pela decadência do direito de ação – escreveu o juiz.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Wilker Leão: Saiba quem é o homem que provocou Bolsonaro Youtuber que se envolveu em confusão com presidente é cabo do Exército e advogado

Wilker Leão provocou presidente Jair Bolsonaro Foto: Reprodução/Vídeo

Wilker Leão, influenciador que se envolveu em confusão com o presidente Jair Bolsonaro (PL) na manhã desta quinta-feira (18), se apresenta em suas redes sociais como cabo do Exército, entusiasta do militarismo e advogado.

Morador do Distrito Federal, ele costuma abordar políticos e apoiadores de Bolsonaro na saída do Palácio da Alvorada. Depois, publica vídeos gravados nessas ocasiões em contas no YouTube, Instagram e TikTok. No perfil do LinkedIn, o jovem se apresenta como bacharel em Direito, formado pela UniEuro em 2019, e cabo do Exército Brasileiro desde 2014.

Leão foi auxiliar da Assessoria Jurídica da Secretaria de Economia e Finanças do Exército de 2015 a 2022, e deixou o cargo em fevereiro.

-De lá para cá, tive muitas experiências com o direito militar, e pude evoluir consideravelmente a minha percepção a respeito de muitos temas polêmicos e relevantes acerca do militarismo – descreve o youtuber no perfil.

Além do canal no YouTube, Leão produz conteúdos sobre militarismo para o Instagram e o TikTok. Ele também tem um blog chamado Milico Jurídico, no qual explica que começou a alimentar as redes em 2021 e, devido a algumas publicações, chegou a receber punição militar.

O jovem não é crítico apenas de Bolsonaro e seus apoiadores. Em vídeos no TikTok, ele chama o ex-presidente Lula (PT) de “ladrão” e “cara de pau”. O influenciador também aparece em outros vídeos questionando e provocando petistas em manifestações.

Até a publicação desta matéria, Wilker Leão somava 16,3 mil inscritos no YouTube e 127,1 mil seguidores no TikTok. Desde a confusão desta manhã, os números começaram a crescer.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

VÍDEO! Sikêra tira do ar repórter que defendia zagueiro Renan Jogador teria atropelado e matado um motociclista em São Paulo após consumo de álcool

Sikêra Júnior durante programa Foto: Reprodução/Alerta Geral

Conhecido por não ter papas na língua, o apresentador Sikêra Júnior se revoltou com um repórter durante o programa Alerta Geral, da Rede TV, e o retirou do ar no meio de uma reportagem ao vivo. O caso aconteceu nesta sexta-feira (24).

O jornalista Edie Povo falava de São Paulo sobre o caso do zagueiro Renan, do Bragantino, que se envolveu num acidente de carro após ter ingerido gin, como afirmou a Polícia Rodoviária Estadual, e provocou a morte de um motociclista de 38 anos nesta sexta, em Bragança Paulista. Polo dizia que o jogador é “um menino do bem” quando começou a discussão. Veja o vídeo abaixo.

 – Eu fico até meio emocionado porque eu, particularmente, conheço Renan. Você sabe da minha paixão pelo Palmeiras… Eu conheço todo o ambient, é complicado. Já falei diversas vezes com Renan, é um menino do bem, só que se envolveu aí… Sabe… Mas não sabe se é um vício, enfim…”, relatava Edie, quando foi interrompido por Sikera Júnior.

O apresentor se reveltou com as declarações e mandou a direção do programa tirar o jornalista do ar.

– Pode parar! Eu entendo a sua paixão pelo time, pelo que você quiser, mas vai à m**** pra essa m**** de comentário aqui que “eu conheço”, “que é um bebezinho de 20 anos”. Ele fez uma m****. Não é a primeira… Cala a boca que eu estou falando. Eu não quero nem saber de sua paixão pelo Palmeiras, isso é problema seu. Eu vou tirar você do ar, pode tirar – desabafou Sikêra, que faz o programa direto da TV A Crítica, em Manaus, afiliada da Rede TV

– 20 anos é o cacete. 20 anos faz menino, 20 anos mata. Pensa nas filhas da mulher lá que ele deixou órfãs… Que isso… Vai a m****. Matou, matou! Não quis fazer teste do bafômetro, por quê? – completou Sikêra.

O atrito ocorreu um dia antes do zagueiro sair da prisão mediante ao pagamento da fiança no valor de R$ 242 mil. Renan recebeu liberdade provisória enquanto aguarda o julgamento.

O zagueiro vai responder por homicídio culposo – quando não há intenção de matar – na direção de veículo automotor, com os agravantes de estar sob influência de álcool e não ser habilitado. Durante o período de permissão da CNH, ele cometeu uma infração grave e perdeu a habilitação.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, a pena inicial para quem pratica homicídio culposo na direção de veículo automotor é de dois a quatro anos. Apesar disso, no caso de Renan, a pena pode ser aumentada e chegar a dez anos. Isso por causa das qualificadoras apontadas pela Polícia Civil por dirigir sob influência de álcool e não ser habilitado para dirigir.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Glenn diz que Bolsonaro tem sido censurado por plataformas Jornalista deu declarações durante entrevista a Tucker Carlson, da Fox News

 

Glenn Greenwald durante entrevista a Tucker Carlson, da Fox News Foto: Reprodução/ Fox News

O jornalista Glenn Greenwald afirmou que o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, tem sido censurado por plataformas de tecnologia. Ele deu declarações durante uma entrevista ao programa de Tucker Carlson, da Fox News.

– Ele tem sido repetidamente censurado por grandes plataformas de tecnologia. Quando falou sobre Covid, estava sendo censurado. Ao falar das próximas eleições estava sendo censurado. Então, basicamente, Facebook e Google estão ditando aos brasileiros o que eles podem ou não podem ouvir, incluindo o que vem do presidente eleito de forma democrática deles. Não importa o que você pensa de Bolsonaro, deveria achar que isso é um problema sério – comentou Glenn.

– É uma dinâmica muito semelhante ao que aconteceu nos Estados Unidos, onde todo o establishment se uniu contra Trump. Todas essas instituições, que liberais e a esquerda sempre reprovaram, os neocons, o aparato de segurança e a mídia corporativa, passaram a ser vistos de forma favorável. (…) Isso aconteceu aqui – acrescentou.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Apresentadora anuncia saída da Globo após 23 anos na emissora "Com dor no coração, eu me despeço", escreveu Janaína Xavier nas redes sociais

 

Janaína Xavier Foto: Reprodução/Sportv

Nesta segunda-feira (2), Janaína Xavier anunciou sua saída do Grupo Globo. Ela se manifestou por meio das redes sociais e contou que começou a carreira aos 21 anos, em 1999, como contratada para ser repórter de esportes da TV Paranaense, afiliada da Globo em Curitiba.

No post, ela publicou uma foto de seus crachás da Globo, Sportv, entre outros. Ela contou que nunca trabalhou em outra empresa.

– Escrevo este texto, já com um sentimento de vazio, mas, especialmente, de extrema gratidão! Nunca trabalhei em outra empresa. Foram ao todo 23 anos de Grupo Globo, a casa que me recebeu jovem, imatura, despreparada, acreditou no meu potencial, e me transformou na profissional que sou. Tenho orgulho da minha trajetória, e de cada degrau que subi (e desci) até chegar ao comando do Sportvnews. (…) Vida profissional e pessoal se misturaram nas últimas mais de duas décadas. E não tinha como ser diferente, porque na verdade, sempre foi uma coisa só. E viveria tudo de novo – escreveu.

Xavier disse ainda que se despede com dor no coração.

– Com dor (literal) no coração, eu me despeço. Esse ciclo acabou, como entendemos as duas partes, após muitas conversas. Deixo minha casa, mas com a porta sempre entreaberta. Vou descobrir o que eu tenho pra viver aqui do outro lado. Estou pronta para novas oportunidades e ansiosa pra encarar essas páginas em branco e começar a escrever uma nova história. No Rio, em Curitiba, em SP, ou em qualquer outro lugar. Obrigada, Globo! Obrigada, Sportv! Foi uma linda jornada – concluiu.

fonte:pleno news

Share:

Frias: “Lázaro Ramos recebeu 2,7 milhões para montar um filme” Por meio das redes sociais, nesta quarta-feira, ex-secretário especial de Cultura apontou hipocrisia em declarações do ator

 

Ex-secretário especial de Cultura, Mario Frias Foto: Roberto Castro/Mtur

Nesta quarta-feira (27), o ex-secretário especial de Cultura, Mario Frias, criticou o ator Lázaro Ramos. Frias se manifestou por meio das redes sociais e disse que o artista recebeu “2,7 milhões de reais para montar um filme que não passa de propaganda ideológica contra o governo “.

– A hipocrisia de Lázaro Ramos. Lázaro Ramos recebeu 2,7 milhões de reais para montar um filme que não passa de propaganda ideológica contra o governo Bolsonaro. Ele quer ser um crítico do sistema, mas financiado pelo sistema. É a personificação da hipocrisia da esquerda – escreveu o ex-secretário, no Twitter.

Ainda segundo Frias, além de receber financiamento para o filme, o ator pediu que a Agência Nacional do Cinema (Ancine) fosse obrigada a distribuir sua peça nas salas de cinema.

– Não bastando o financiamento milionário, Lázaro também ingressou com pedido para que a Ancine fosse obrigada a distribuir sua peça de propaganda ideológica nas salas de cinema, o que permitiria que o mesmo fosse lançado em mais salas. A Agência não recusou em nenhum momento o pedido, porém, abriu análise para tal pleito, que foi “divulgado” pelo diretor como sendo uma ação de “censura” do Governo Federal, tão somente porque a vontade de Lázaro não foi atendida imediatamente. A luta ideológica dos críticos do sistema é uma grande farsa – declarou.

Durante participação no programa Roda Viva, da TV Cultura, no último dia 11, Ramos criticou Mario Frias. Ao falar sobre o filme Medida Provisória, dirigido por ele, Lázaro explicou que o lançamento seria em 2020. O diretor afirmou que o atraso se deu devido a um boicote por parte de um membro do governo Bolsonaro.

– O filme está pronto desde 2019, em 2020 nós estrearíamos e mesmo assim não conseguimos a assinatura da Ancine pra trocar a distribuidora, que distribuiria o longa no Brasil e no exterior. O que se sabe é que teve um membro do governo que puxou boicote ao filme, sem ter assistido, dizendo que o filme foi feito para falar mal do tal Messias. Depois disso, a assinatura não vinha. A assinatura chegou depois de a gente adiar a estreia do filme por quatro vezes – relatou.

FONTE:PLENO NEWS


Share:

SP: Rosas de Ouro, que mostrou Bolsonaro de Jacaré, fica em 9º Apuração ocorreu nesta terça-feira

 

Pleno.News - 26/04/2022 20h26 | atualizado em 26/04/2022 21h42

Em São Paulo, a escola de samba Rosas de Ouro, que transformou um personagem que representava o presidente Jair Bolsonaro em jacaré após ser vacinado, acabou em 9º lugar. O resultado da apuração foi decidido nesta terça-feira (26).

O primeiro lugar do carnaval 2022 ficou com a Mancha Verde. As informações são do G1.

Mocidade Alegre e Império de Casa Verde ocuparam a 2ª e 3ª colocação, respectivamente.

As escolas Colorado do Brás e Vai-Vai foram rebaixadas para o Grupo de Acesso e não poderão desfilar pelo Grupo Especial em 2023.

Duas escolas do Grupo Especial tiveram punições. A Colorado do Brás perdeu 0,5 ponto por merchandising, visto que um integrante da ala dos mendigos usou uma camiseta em que aparecia a marca Calvin Klein. A Acadêmicos do Tatuapé perdeu 0,5 ponto pelo uso de maquinário (um trator) da infraestrutura da Liga-SP em uma alegoria.

A apuração ocorreu no Sambódromo do Anhembi, na Zona Norte da capital paulista..

fonte:pleno news

Share:

Após críticas, Gaviões nega questões políticas no enredo

 

Desfile da Gaviões em 2020 Foto: Reprodução/TV Globo

A escola da samba Gaviões da Fiel, que virou centro de uma polêmica envolvendo a encenação de um “Bolsonaro gay” no desfile da agremiação no carnaval deste ano, emitiu uma nota oficial na noite desta terça-feira (19) sobre o assunto. No comunicado, a Gaviões afirmou que as matérias veiculadas pela imprensa, em especial a divulgada pela Folha de São Paulo, são “fake news”.

– O Grêmio Gaviões da Fiel esclarece que as informações não são verdadeiras, tratando-se de “fake news”, com objetivo de imputar a agremiação suposta desinformação a respeito sobre sua atividade – declarou a escola.

A agremiação ainda afirmou que o enredo deste ano não trata de questões políticas, mas “traz uma mensagem cultural”. Por fim, a escola disse que os valores da entidade estarão “bem representados na pista”. O desfile da Gaviões está programado para acontecer no sábado (23), por volta das 23h30.

– Destacamos que o enredo da Gaviões da Fiel traz uma mensagem cultural, não tratando de questões políticas ou de apoio partidário em geral. Os nossos valores estarão bem representados na pista, quais sejam: democracia, igualdade, sustentabilidade e paz. Nascemos para combater e fiscalizar a política do Sport Club Corinthians Paulista e esse sempre será o nosso lema – completou.

A POLÊMICA
Uma notícia divulgada nesta terça-feira (19) pelo site F5, da Folha de São Paulo, apontou que a escola de samba Gaviões da Fiel trará para a avenida uma sátira ao presidente Jair Bolsonaro (PL), que será interpretado pelo cabeleireiro Neandro Ferreira, na ala Governantes e Generais. A informação foi revelada ao veículo pelo próprio Ferreira.

– Vou vir como um Bolsonaro bem gay, bichíssima, dando muita pinta – disse ele.

O cabeleireiro ainda prometeu que irá levantar, na avenida, uma placa com a frase “Fora Bolsonaro”. Neandro também afirmou que o desfile terá uma imitação da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, que será interpretada pela cabeleireira Gisele Porto.

– Ela vai ser muito bem tratada, reverenciada e cortejada pelo presidente que vou interpretar. Vou fazer tudo exatamente ao contrário da maneira como ele faz. É realmente um manifesto contra o machismo, o fascismo e o preconceito – declarou Neandro.

CRÍTICAS
Para usuários do Twitter, em uma tentativa de ofender o presidente da República, a escola paulista estaria sendo ainda mais ofensiva aos homossexuais. As tags “Bolsonaro gay”, “Gaviões da Fiel” e “homofobia” ficaram entre os assuntos mais comentados na noite desta terça-feira.

– Então, a Gaviões da Fiel acha que representar Bolsonaro gay é algo pejorativo? Achei isso bem homofóbico da parte deles – escreveu um perfil.

– Gaviões da Fiel irá representar Bolsonaro Gay no desfile desse ano. Não entendi, então a escola de samba acha pejorativo representar alguém como gay? Virou ofensa? – questionou outro.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Jovem afirma ter esfaqueado repórter até ele “parar de reagir” Justiça converteu prisão em flagrante do suspeito em preventiva

 José Felipe Leite Tunholi, suspeito de esfaquear jornalista da globo

José Felipe Leite Tunholi Foto: Reprodução

Em audiência de custódia neste domingo (17), a Justiça do Distrito Federal converteu a prisão em flagrante de José Felipe Leite Tunholi, de 19 anos, em prisão preventiva. O jovem admitiu ter esfaqueado o jornalista da TV Globo, Gabriel Luiz, de 28 anos, em assalto ocorrido na última quinta-feira (14).

De acordo com a polícia, o suspeito afirmou ter desferido as facadas porque a vítima “esboçou uma reação” ao assalto. O laudo apontou que foram dez golpes ao todo, atingindo o pescoço, abdômen, tórax e a perna do repórter. Tunholi relatou ter esfaqueado o comunicador até que ele “parasse de reagir”.

O suspeito não agiu sozinho e estava acompanhado de um menor de 17 anos. O próprio adolescente acabou se ferido acidentalmente na ação, atingido por uma facada na perna enquanto tentava segurar Gabriel e lhe aplicar um golpe mata-leão.

– Ele foi para o hospital, e, depois, a mãe de um amigo dele decidiu registrar ocorrência policial, porque ele mentiu dizendo que havia sido vítima de um assalto. Nós desconfiamos, porque seria raro dois crimes muito parecidos na mesma região terem ocorrido praticamente no mesmo horário. Percebemos que ele estava mentindo – contou o delegado Douglas Fernandes, da 3ª DP (Cruzeiro), ao Metrópoles.

Até o momento, a polícia segue a linha de investigação de tentativa de latrocínio. Segundo Tunholi, ele e o parceiro consumiram drogas e decidiram cometer roubos na região do Sudoeste. Eles levaram R$ 250 de Gabriel, mas não roubaram o celular por medo de serem rastreados.

Os suspeitos negam que conheciam a vítima e afirmam que só tomaram conhecimento de sua identidade depois do crime.

ESTADO DE SAÚDE
No crime, Gabriel Luiz teve perfurados órgãos vitais, como o pulmão, além de veias no pescoço e no estômago. Ele está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Brasília, no Lago Sul.

Após sucessivas cirurgias, ele tem reagido bem ao tratamento, foi extubado e está lúcido. No último sábado (16), ele chegou a dar alguns passos com ajuda de uma fisioterapeuta. O seu estado, contudo, ainda demanda cuidados, e não há previsão de alta.

– Gabriel continua reagindo bem. Dormiu melhor nesta noite, [está] menos agitado. Fez alguns exames. [A equipe médica] está vendo a possibilidade de liberar uma dieta líquida e continuar o tratamento. Estamos confiantes. Não há previsão de alta, pois o quadro de saúde do Gabriel é favorável, mas ainda precisa de muita atenção – declarou o pai do repórter, Wilton Luiz Araújo, ao jornal O Globo..

fonte:pleno news

Share:

Polícia trata ataque a repórter da Globo como latrocínio Gabriel Luiz foi esfaqueado na noite de quarta-feira em Brasília

 

Gabriel Luiz, repórter da Globo em Brasília Foto: Reprodução/TV Globo

A Polícia Civil do Distrito Federal (DF) trata o esfaqueamento do jornalista Gabriel Luiz, de 28 anos, repórter da TV Globo em Brasília, como tentativa de latrocínio e descartou, no momento, outras linhas de investigação. Dois suspeitos do caso confessaram que seguiram Gabriel com a intenção de assaltá-lo.– O fato trata-se de uma tentativa de latrocínio, isso restou notório para nós, é importante colocar aqui. Houve a subtração da carteira, havia valores em reais, muito provavelmente 250 reais, que teriam sido subtraídos pelos autores, descartando-se, com isso, as outras linhas de investigação – afirmou a jornalistas o delegado Petter Ranquetat, da 3ª Delegacia de Polícia, localizada no Cruzeiro, região administrativa do Distrito Federal.

.O primeiro suspeito, de 17 anos, foi apreendido nesta tarde e levado para a Delegacia da Criança e Adolescente (DCA), por ser menor de idade. O segundo suspeito, de 19 anos, foi preso nesta noite e encaminhado para a 3ª DP. Em depoimentos, ambos confessaram o crime.

De acordo com Ranquetat e o delegado Douglas Fernandes, os suspeitos disseram que haviam combinado de realizar assaltos na noite de ontem e viram em Gabriel um alvo potencial.

O crime ocorreu por volta das 23h de quinta-feira, 14, na região do Sudoeste. A análise das imagens permitiu identificar que dois indivíduos haviam atacado Gabriel. A Polícia, então, encontrou a faca usada no crime, assim como o celular e a carteira da vítima

Ainda na noite de ontem, Gabriel foi internado no Hospital de Base do Distrito Federal. Hoje, ele foi transferido para um hospital particular. Seu estado é grave, mas estável. Os delegados classificaram o crime como “brutal”, mas atribuíram a violência ao uso de drogas pelos autores.

– Um dos indivíduos deu um mata leão na vítima, enquanto o outro desferiu diversas facadas. Enquanto um estava dando as facadas, o outro conseguiu subtrair a carteira e o celular – disse o delegado Ranquetat.

De acordo com ele, os suspeitos disseram que descartaram o celular da vítima por temerem ser localizados por GPS.

Gabriel foi atingido no abdômen, na perna, no tórax, no pescoço e no braço. Ele foi socorrido após pedir ajuda a vizinhos e deu entrada no hospital consciente. Nesta manhã, parentes e amigos do jornalista informaram que ele passou por cirurgias durante a madrugada e o início da manhã e todas foram bem sucedidas.

Segundo os delegados, o suspeito maior de idade, preso em flagrante por tentativa de latrocínio, passará por uma audiência de custódia com um juiz, que vai decidir se transforma a prisão em flagrante em prisão preventiva. A pena para o crime de latrocínio é de até 30 anos. No entanto, pode haver redução legal pelo fato de o autor ter confessado, o que depende de decisão do Judiciário.

De acordo com o delegado Ranquetat, o suspeito menor de idade levou uma facada do próprio companheiro durante o crime. Após ser levado a um hospital, prestou queixa em uma delegacia, afirmando que havia sido assaltado. No entanto, os policiais identificaram diversas inconsistências no depoimento dele.

Por fim, o menor confessou que havia participado do ataque contra o jornalista e foi, então, apreendido.

*AE.

fonte:pleno news

Share:

Postagem em Destaque

Bolsonaro sobre Cármen Lúcia: “Ela quer algo contra mim” Presidente deu declarações durante transmissão nas redes sociais, nesta quarta-feira

  Ministra Cármen Lúcia, do STF  Foto: SCO/STF/Nelson Jr. Nesta quarta-feira (5), o presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou a ministra Cárme...

Comente deixe sua opinião

Blog Archive

SIGA-ME

SIGA-ME
SEJA UM SEGUIDOR

TWITTER

whatsapp

Postagens mais visitadas

Globo de visitas