Esperança News: Politica
Mostrando postagens com marcador Politica. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Politica. Mostrar todas as postagens

Bolsonaro sobre Cármen Lúcia: “Ela quer algo contra mim” Presidente deu declarações durante transmissão nas redes sociais, nesta quarta-feira

 

Ministra Cármen Lúcia, do STF Foto: SCO/STF/Nelson Jr.

Nesta quarta-feira (5), o presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou a ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele deu declarações durante uma transmissão ao vivo, nas redes sociais.

Bolsonaro citou o nome da magistrada ao comentar o inquérito que tramita no STF contra ele envolvendo acusações de corrupção no Ministério da Educação. O presidente da República afirmou que Cármen Lúcia tenta prejudicá-lo no inquérito que investiga se ele vazou informações sobre uma operação contra o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro. As informações são do R7.

O chefe do Executivo foi acusado de negociar o envio de verbas da pasta para prefeituras em troca de propina. As investigações seguem em andamento.

– O que aconteceu com a nossa ministra Cármen Lúcia? Ela mudou o voto dela. E ela agora, tá na cara, ela quer algo contra mim. Faz de tudo para que o Lula seja presidente. Ela quer me investigar no caso do Ministério da Educação. Até o momento não tem nada dizendo que algum prefeito recebeu algum recurso. Se aparecer, paciência – falou Bolsonaro.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Janaina reage à fala de Lula sobre jeito “bruto” do interior "Tome tendência", aconselhou a deputada

 

Deputada estadual Janaina Paschoal Foto: EFE/Cadu Gomes

A deputada estadual por São Paulo e candidata ao Senado, Janaina Paschoal (PRTB), rebateu o ex-presidente Lula (PT) pelas críticas do petista em relação aos modos dos habitantes do interior do estado. A parlamentar destacou que os paulistanos não são “ignorantes”, mas sim “gente trabalhadora”. Ela ainda aconselhou o presidenciável a “tomar tendência”.

– Não, Lula, o interior de São Paulo NÃO é formado por gente ignorante, não! É gente trabalhadora, gente que precisa colocar a mão na massa, para fazer este estado e este país crescerem! E esse seu refinamento custou muito do nosso dinheiro, tudo marketing! Tome tendência! – queixou-se Janaina.

A declaração ocorre após o petista dizer que o jeito “ignorante” e “bruto” do presidente Jair Bolsonaro (PL) é comparável ao de pessoas do interior paulista. Na ocasião, ele cedia entrevista ao Programa do Ratinho, na noite desta quinta-feira (22).

– Ele [Bolsonaro] até falou para você [Ratinho] que ele é meio chucro, fala palavrão. (…) É uma estupidez de alguém que é um pouco ignorante, o que ele é mesmo, um pouco ignorante, aquele jeitão bruto dele, aquele jeitão capiau, lá do interior de São Paulo – assinalou.

Lula ainda classificou a si mesmo como um “cara refinado”.

– Tem gente que acha que ser ignorante é bonito e não é. O que é bonito é você ser educado, você ser um cara refinado como eu, falar calmo, tranquilo – completou.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Regina Duarte diz que rejeição a Bolsonaro é completa ignorância Atriz deu declarações em um vídeo publicado nas redes sociais

  

Regina Duarte Foto: PR/Isac Nóbrega

A atriz Regina Duarte, ex-secretária de Cultura do governo de Jair Bolsonaro (PL), usou as redes sociais, na quarta-feira (22), para afirmar que a rejeição ao chefe do Executivo é uma “completa ignorância”.

O vídeo de Regina foi publicado após outros artistas gravarem um clipe em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

As informações são do canal Splash, do UOL.

– Em certa medida, boa parte da repulsa e da rejeição ao presidente Bolsonaro se deve também a uma completa ignorância. Ignorância que é fruto de uma propaganda massiva, diária e sem tréguas que vem massacrando os brasileiros há mais de três anos e meio contra seu presidente eleito democraticamente. Isso acaba por convencer uma boa parte do eleitorado de que nada no Governo Bolsonaro é positivo – disse Regina Duarte.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

‘Bolsonarismo virou uma seita’, diz Benedita da Silva A deputada federal citou as críticas que um pastor batista sofreu por apoiar Lula

Benedita da Silva criticou líderes evangélicos que apoiam o presidente Jair Bolsonaro Foto: Reprodução Youtube

Em entrevista ao programa Entre Vistas, da TVT, apresentado por Juca Kfouri, a deputada federal Benedita da Silva (PT-RJ) fez críticas aos evangélicos que apoiam o presidente Jair Bolsonaro chamando-os de perversos.

Segundo a ex-governadora do Rio de Janeiro, alguns segmentos evangélicos estão promovendo uma interpretação da Bíblia conforme lhes convêm em nome de um projeto de poder.

 – É para que possam eleger aqueles que eles “nomeiam” abençoados enquanto outros são entregues ao Apocalipse – criticou a deputada.

Nas últimas duas eleições presidenciais, as principais lideranças evangélicas se voltaram contra o Partido dos Trabalhadores e começaram a combater as ideologias propostas pelos partidos de esquerda. Benedita da Silva não acha justo a forma como esses pastores estão agindo desde então.

– Não é justo que façamos o que eles estão fazendo com os segmentos que não pensam igual a eles. A Bíblia não está nas mãos dessas pessoas. Eles estão fazendo o que fazem perversamente – declarou.

Na entrevista, a ex-governadora citou os casos recentes que repercutiram após o PT realizar um evento com pastores em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Nesse encontro, o pastor Sérgio Dusilek disse que os evangélicos tinham que pedir perdão ao ex-presidente Lula, preso após condenação em três instâncias por corrupção.

A fala de Dusilek repercutiu de forma negativa entre os pastores da Igreja Batista e, por isso, ele precisou renunciar ao cargo de presidente da Convenção Batista Brasileira.

– Isso é um absurdo! – disse Benedita sobre a renúncia de seu amigo pastor.

Ela também mencionou as críticas que a cantora Suelen Costa, da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, recebeu por cantar para o ex-presidente.

– Teve uma outra pessoa que levou uma mensagem da Assembleia de Deus dos Últimos Dias. Outra cantou e encantou todos ali que se levantaram para bater palmas para Deus. Essa moça está sofrendo todo tipo de assédio, de agressão. Um bolsonarismo que virou uma seita. Não pode ser assim – concluiu.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Vídeo: Homem tenta tirar foto com Lula e tem celular roubado Episódio ocorreu em comício do petista em Minas Gerais

 

Segundos antes de celular de apoiador ser roubado Foto: Reprodução/Vídeo redes sociais

Um homem viveu um episódio insólito durante um comício do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na noite desta quinta-feira (15), em Montes Claros, Minas Gerais. Seu celular foi roubado enquanto ele tentava tirar uma foto com o petista.

O presidenciável cumprimentava os apoiadores após o evento. No vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver uma menina nos ombros do homem, sorrindo e falando com Lula. Rapidamente surge uma mão pegando o aparelho, um modelo Motorola One Vision, avaliado em R$ 2 mil.

As imagens viralizaram na web, e internautas compararam com as manifestações pró-Bolsonaro.

– Nas manifestações bolsonaristas, se alguém PERDER o celular, é achado em menos de 15 minutos. No caso dos vermelhos… o celular é ROUBADO em menos de 5 minutos – escreveu uma usuária.

– Cada um tem o candidato que merece – ironizou outra.

Confira o momento:

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Em vídeo, Moro exibe os crimes que foram cometidos por Lula Candidato ao Senado disse que não se pode "permitir a volta do sistema da corrupção e do PT"

 

Ex-ministro da Justiça Sergio Moro Foto: Ministério da Justiça/Isaac Amorim

Diante do esforço da direção da campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em melhorar a imagem do petista, o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, decidiu responder à altura. Em um vídeo publicado nas redes sociais, o ex-juiz “mostrou” os crimes cometidos pelo candidato do PT à Presidência.

A gravação traz uma série de trechos de reportagens mostrando as decisões da Justiça sobre as condenações de Lula e também os processos contra o petista.

Moro, que disputa uma vaga ao Senado pelo Paraná, disse que as mãos de Lula “estão sujas”.

– Nosso trabalho na Lava Jato foi reconhecido em todo o mundo. Bolsonaro mostra pro Brasil o que tenho falado aqui: Lula não foi inocentado nem absolvido. Suas mãos estão sujas. Por isso quero ser Senador pelo Paraná. Não vamos permitir a volta do sistema da corrupção e do PT – explicou.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Presidente do PDT reage a ‘dissidentes’ e nega apoio a Lula Para Carlos Lupi, o "voto útil só serve aos inúteis"

Presidente do PDT, Carlos Lupi Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, voltou a rejeitar o “voto útil” em Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e argumentou que, se for seguida a tese defendida pelos petistas, “daqui a pouco vamos abolir a eleição”. Opositores do presidente Jair Bolsonaro (PL) tentam convencer os eleitores de Ciro Gomes (PDT) a desistirem do voto no pedetista para tentar eleger em primeiro turno o candidato do PT, que lidera as pesquisas.

– Voto útil só serve aos inúteis. Quem imagina que eleição é corrida de cavalo, para escolher o que a pesquisa diz que vai ganhar, daqui a pouco, com esse pensamento de inutilidade, nós vamos abolir a eleição. Se a pesquisa diz quem vai ganhar, para que votar? – afirmou ao Estadão.Descartando a hipótese de Ciro Gomes desistir da disputa, Lupi disse que defenderá até o “último minuto” o Projeto de Desenvolvimento Nacional, nome dado ao plano de governo do presidenciável do PDT.

Ele opinou, ainda, que a defesa pelo voto útil pode ser um “tiro no pé”.

– A população começa a pensar: ‘Vem cá, por que estão querendo tirar esse cara? Ele deve ter valor – apontou.

O principal argumento usado para defender a adesão a Lula no primeiro turno é evitar que o presidente Jair Bolsonaro siga na disputa até o fim de outubro, com maiores chances de vitória.

Segundo os favoráveis a essa tese, o presidente poderia se beneficiar de mais tempo de propaganda no rádio e na TV e da campanha nas ruas; no segundo turno, o horário eleitoral é dividido igualmente entre os concorrentes.

A tese ganhou adeptos até mesmo entre brizolistas históricos e ex-integrantes do PDT. Ex-liderança da Juventude Socialista do partido, Gabriel Cassiano, hoje no PSB, foi às redes defender que “o maior bem que Ciro Gomes poderia fazer não só pela nação, mas para si mesmo, é retirar sua candidatura e apoiar Lula ainda no primeiro turno.” O mesmo argumento é reproduzido por Francisco Carlos Teixeira da Silva, ex-secretário de Educação de Brizola no Rio de Janeiro.

Lupi descartou que essas pessoas possam ser chamadas de “dissidentes” do partido.

– Quando você fala dissidente, a pessoa tem que estar dentro do partido, fazendo movimento de dentro para fora. Ninguém ali é do PDT mais – concluiu Lupi.

*AE

FONTE:PLENO NEWS


Share:

Por 4 a 2, Tribunal Eleitoral de SP aprova candidatura de Cunha Procuradoria Regional Eleitoral ainda pode recorrer da decisão ao TSE

 

Ex-deputado Eduardo Cunha Foto: Agência Brasil/José Cruz

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) aprovou, nesta quarta-feira (14), a candidatura do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PTB), a deputado federal.

Condenado e preso na Operação Lava Jato, Cunha teve o mandato cassado em 2016, o que o deixou inelegível por oito anos. Em agosto, no entanto, ele foi beneficiado por uma decisão provisória da Justiça Federal em Brasília que suspendeu os efeitos da cassação, abrindo caminho para sua candidatura.

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), derrubou a liminar no último dia 18.

Por 4 votos a 2, os magistrados concluíram que deveria valer a decisão em vigor no momento do registro da candidatura. Na ocasião, o presidente do STF ainda não havia restabelecido a inelegibilidade do ex-deputado.

O juiz Marcio Kayatt, relator do caso, disse que o “clamor popular” não poderia orientar o julgamento.

– O clamor popular talvez o povo deva adotar na hora de escolher seu candidato – afirmou.

O relator foi acompanhado pelos juízes Maurício Fiorito, Marcelo Vieira e Afonso Celso da Silva.

A decisão vai na contramão do posicionamento do Procuradoria Regional Eleitoral, que pediu a impugnação da candidatura. O órgão ainda pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

– É efeito formal da lei que o cidadão cassado em seu mandato parlamentar seja inelegível em razão da Lei da Ficha Limpa. A Lei da Ficha Limpa não é uma brincadeira qualquer, ela é fruto da sociedade civil organizada – defendeu o procurador eleitoral substituto Paulo Taubemblatt antes da votação.

O desembargador Silmar Fernandes, que abriu a divergência, defendeu que o tribunal não poderia “fechar os olhos” para a decisão do STF. A divergência foi seguida pelo desembargador Sérgio Nascimento.

– Se nós gerarmos esse precedente, podemos estimular mais liminares. Basta uma liminar ser dada na véspera [do registro da candidatura] e cancelada no dia seguinte (…) É a tese, não interessa a pessoa – defendeu Fernandes.

Ao Estadão, o advogado Ricardo Vita Porto, que representa Eduardo Cunha na ação, defendeu que a decisão de Fux é posterior ao registro de candidatura e não pode ser considerada.

– A legislação eleitoral é bastante clara ao dizer que você verifica as condições de elegibilidade e inelegibilidade no momento que é formalizado o pedido de registro de candidatura. No dia 4 de agosto, quando ele entrou com o pedido, estava vigendo a liminar e, portanto, estavam suspensos os efeitos do decreto da Câmara – explicou.

*AE

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Otoni de Paula envia mensagem a pai de santo de Anitta Vídeo em que pai de santo se declarou bolsonarista havia sido direcionado ao deputado

 

Otoni de Paula responde pai de santo de Anitta Foto: Reprodução/Vídeo redes sociais

O deputado federal Otoni de Paula (MDB), gravou um vídeo em resposta a Sergio Pina, pai de santo de Anitta. O candomblecista se declarou eleitor do presidente Jair Bolsonaro (PL) em uma publicação direcionada ao parlamentar, neste domingo (11).

O pai de santo demonstrou ter se sentindo ofendido por um vídeo em que Otoni fala de Anitta e exibe sua foto com a cantora.

– Pastor, na sua igreja, no seu templo, tem família. No meu candomblé também temos família – disse Sergio Pina ao deputado, que é pastor.

Otoni, por sua vez, fez questão de frisar, que sua intenção no vídeo era mostrar que Anitta falava inverdades sobre Bolsonaro, e não atacar as famílias do candomblé.

– Temos que respeitar, por mais divergências que nós tenhamos, a religião de qualquer pessoa. O que eu fiz foi um corte na fala de Anitta, onde ela cria uma mentira, associando a violência aos LGBTs ao presidente Bolsonaro – explicou Otoni.

No corte mencionado pelo deputado, Anitta fala que tanto pessoas do candomblé quanto da comunidade LGBTQIA+ têm medo da reeleição do chefe do Executivo, por causa da violência a esses grupos.

– Você [Sergio Pina] que se declarou Bolsonarista, sabe que a fala de Anitta é uma fala mentirosa. Em nenhum momento o presidente atacou quem quer que seja do movimento LGBT e muito menos a sua religião – confrontou Otoni.

O deputado segue dizendo que em sua igreja, quando uma ovelha mente, ele chama sua atenção. Ele pede para que o líder religioso faça o mesmo com a cantora. De acordo com o parlamentar, não faria sentido o líder religioso votar em Bolsonaro, se ele acreditasse que as falas de Anitta contra o presidente são verdadeiras.

– Chame ela seriamente e diga “eu não aceito mentiras e você está mentindo sobre o presidente Jair Bolsonaro, a quem eu apoio”. Ora, se ela não te ouvir, é porque não te respeita como líder religioso dela – falou o parlamentar.

Confira:

FONTE>OLENO NEWS

Share:

Damares rebate xingamento de “prostituta velha”, em vídeo A candidata ao Senado relatou ataques sofridos após resultado de pesquisa

 

Damares Alves Foto: Reprodução/Vídeo redes sociais

Damares Alves, que disputa o Senado no Distrito Federal pelo Republicanos, revelou que recebeu ataques pessoais após ter aparecido empatada com a também candidata ao Senado Flávia Arruda (PL). Ex-ministras do governo Bolsonaro, ambas disputam votos na mesma base e lideram as pesquisas de intenções de votos.

Em vídeo publicado nesta quarta-feira (14), Damares desafia os adversários: “Eu não tenho medo de vocês”.

– Deixa eu mandar recado para aqueles que estão me atacando: eu não tenho medo de vocês. Não venham com ataques pessoais. Eu tenho uma vida limpa, que todo mundo conhece – iniciou.

A ex-ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos disse que chegou a ser xingada de prostituta velha. Segundo ela, os ataques aconteceram após resultado da pesquisa Real Time Big Data, encomendada pela Record.

– Chegaram a dizer que sou uma prostituta velha. Não vou admitir ataque à honra de nenhuma mulher no processo eleitoral. Pegaram a pessoa errada. Deus conhece a minha vida e o meu povo evangélico conhece a minha vida – afirmou.

A candidata atribuiu a investida aos “corruptos do DF”.

– Alguns corruptos aqui do DF já se levantaram contra mim após eu subir nas pesquisas. Combati o crime organizado e não temerei os corruptos aqui de Brasília – escreveu na legenda do vídeo.

Share:

Tarcísio telefonou para Vera após confusão em debate Jornalista afirma que foi hostilizada pelo deputado Douglas Garcia, que acompanhava Tarcísio

 

Tarcísio Freitas entrou em contato com Vera Magalhães Fotos: PR/Marcos Corrêa // Reprodução: Band

Candidato ao governo de São Paulo, o ex-ministro Tarcísio de Freitas (Republicanos) se manifestou publicamente sobre a discussão entre seu colega de partido, o deputado estadual paulista Douglas Garcia e a jornalista Vera Magalhães. A confusão ocorreu minutos após o encerramento do debate para o governo de São Paulo, realizado na TV Cultura, na noite desta terça-feira (13).

– Lamento profundamente e repudio veementemente a agressão sofrida pela jornalista Vera Magalhães enquanto exercia sua função de jornalista durante o debate de hoje. Essa é uma atitude incompatível com a democracia e não condiz com o que defendemos em relação ao trabalho da imprensa – escreveu o candidato nas redes sociais.

De acordo com Vera, Tarcísio lhe telefonou para mostrar solidariedade e, embora ela tenha visto sinceridade, reafirmou suas críticas ao atual governo.

– Agradeci a @tarcisiogdf a solidariedade e o repúdio, que me pareceram sinceros. Mas repetirei aqui o que disse a ele ao telefone: a autorização para que pessoas assim ajam dessa forma vem dos líderes políticos. E ele tem de deixar claro se é com esses que pretende governar – afirmou a jornalista.

Ao portal UOL, Tarcísio afirmou que o deputado Douglas Garcia não o acompanhará em outras sabatinas e debates eleitorais

– Lamento muito, se eu soubesse que ia dar alteração, não teria convidado. Jamais teria dado o convite se fosse para haver desrespeito a qualquer jornalista. O que a gente tem que fazer é afastar esse tipo de comportamento – disse o ex-ministro.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Ao vivo 12/09 | Lula na CNN Brasil

Share:

Primeira-dama Michelle volta a estrelar campanha de Bolsonaro Nova propaganda do candidato à reeleição focou no público feminino

 

Michelle Bolsonaro em novo vídeo de campanha Foto: Reprodução/Vídeo redes sociais

Na propaganda que foi ao ar nesta terça-feira (13), no horário eleitoral gratuito na TV, o presidente Jair Bolsonaro (PL) focou no público feminino. A peça publicitária tem como protagonista as mulheres, sobretudo a primeira-dama, Michelle, e faz críticas a declarações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre as mulheres.

– Em sua posse, Bolsonaro protagonizou uma das mais belas cenas de valorização da mulher. Quebrando todos os protocolos, foi Michelle quem primeiro falou à nação. Um gesto claro de respeito às mulheres e da importância de sua companheira naquele momento tão especial para o país – diz a locutora da propaganda, em referência ao discurso em libras que a primeira-dama fez em 1º de janeiro de 2019, na posse.

– Mesmo com esse jeitão dele, ele faz muito pelas mulheres – afirma em outro trecho.

– Não é com discurso que o Jair demonstra respeito pelas mulheres, é com realizações – diz a locutora da propaganda em outro trecho.

No começo da peça publicitária, a campanha de Bolsonaro contrapõe duas falas de Lula. Em uma delas, o petista diz que em seu governo as mulheres eram tratadas com respeito.

– Quer bater em mulher? Vai bater em outro lugar, mas não dentro da sua casa – diz a outra declaração do ex-presidente, criticada nas redes sociais.

Michelle aparece por poucos segundos em depoimento, afirmando que quem acha que Bolsonaro não realizou medidas para a proteção de mulheres não conhece o presidente.

– Se para alguns parece estranho que o Jair tenha feito tanta coisa para a proteção das mulheres, é porque não conhece o presidente – diz a primeira-dama.

*AE

Share:

“William Bonner, aprende com o William Waack”, aponta Henkel Comentarista se manifestou a respeito da entrevista de Lula com o jornalista da CNN Brasil

 

Ana Paula Henkel Foto: Reprodução/Jovem Pan News

A comentarista Ana Paula Henkel, da Jovem Pan, usou as redes sociais, nesta terça-feira (13), para falar sobre a entrevista que Lula concedeu ao jornalista William Waack, da CNN, na segunda-feira. O petista foi confrontado por Waack, que citou dados do IBGE e falou sobre deficit orçamentário.

De acordo com o post de Ana Paula, o âncora do Jornal Nacional, William Bonner, da Rede Globo, deveria aprender com Waack. O comentário ocorreu porque, em agosto, durante a sabatina, Bonner se dirigiu a Lula afirmando que o petista “não deve nada à Justiça”,

– William Bonner, aprende com o William Waack – escreveu Henkel.

 

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Dallagnol alfineta Lula com PowerPoint de sua candidatura Ex-procurador fez referência ao PowerPoint utilizado na Lava Jato para apontar denúncias contra o petista

 

Deltan Dallagnol Foto: PT/Lula Marques

O ex-procurador e candidato a deputado federal pelo Paraná, Deltan Dallagnol (Podemos), ironizou o ex-presidente Lula (PT) com um PowerPoint de sua campanha. O slide, que traz a frase “vote Deltan”, foi feito de forma semelhante ao que ficou famoso ao ser utilizado pela Lava Jato para apontar denúncias de corrupção envolvendo o petista.

– “Não entendi, faz um PowerPoint”. Bom, pediram tanto que aí está, o mais novo e atualizado PowerPoint. E se reclamar, eu faço outro… – provocou Dallagnol.

A imagem traz esferas ao seu redor com mensagens como “para a tristeza de Lula” e aponta para a frase do pedido de voto em Deltan.

– Se você quer levar a Lava Jato pro Congresso Nacional, ajude a deixar esse PowerPoint famoso também e vamos juntos de 1919 no dia 2 de outubro! – completou o ex-procurador na legenda da postagem.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Lula é confrontado por William Waack e se perde em papéis Entrevista aconteceu nesta segunda-feira

 

Lula é confrontado por Waack e se perde em papéis Foto: Reprodução/CNN Brasil

Nesta segunda-feira (12), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi entrevistado por William Waack, na CNN Brasil. O petista foi confrontado pelo jornalista, que citou dados do IBGE e falou sobre deficit orçamentário.

– Vamos ver o que aconteceu nesse período, logo depois que o senhor… o senhor teve dois mandatos, depois veio Dilma. Nós tivemos, como o senhor descreve, uma política voltada para criar superavits primários, ou seja, capacidade de criar o superavit sem considerar o pagamento de dívida, isto foi se deteriorando lá no seu segundo mandato. As propostas foram… são os números, eu não vou brigar com o IBGE. Os números são: o senhor passou de 3,5% de superavit primário para um deficit de 4,5% ao final do governo Dilma – disse o jornalista.

Lula disse que a informação não era verdadeira.

– Não, não é verdade – respondeu.

O jornalista se comprometeu a checar a informação.

– OK. A gente checa – disse.

O petista passou, então, a procurar dados nos papéis que levou.

– Eu tenho aqui para lhe mostrar – respondeu Lula.

William Waack prosseguiu e fez uma pergunta.

– O que eu quero descrever e, a partir daí, lhe perguntar, é o seguinte: a ideia de que o Estado seria um grande indutor do crescimento através de volumosos investimentos e papel dos bancos públicos, essa ideia acabou no maior desastre econômico brasileiro do século. Nenhum país que não esteve em guerra perdeu tanta renda como o Brasil perdeu ali entre 2014, 15 e 16. Ou seja, a fórmula aparentemente não funcionou. O senhor vai insistir nela? – quis saber.

Lula parou de procurar os papéis e respondeu.

– Deixa eu te contar uma coisa. Eu vou investir na fórmula que foi um sucesso extraordinário, eu vou separar, o dado que você falou, vou pegar o meu mandato, tá? Eu vou lhe contar algumas coisas para você saber. Quando eu cheguei na Presidência da República, o nosso fluxo de balança comercial era 108 bilhões de dólares. Nós deixamos com quase 482 bilhões de dólares. O nosso fluxo comercial com a Argentina era 7 bilhões de dólares, quando deixamos a presidência era 39 bilhões de dólares. Quando eu cheguei na Presidência, nós tínhamos 380 bilhões de reais de crédito em todos os bancos privados e bancos públicos. Quando eu deixei, eram 2 trilhões e 700 bilhões. Porque esse país era um país capitalista que não tinha capital, sabe? Uma coisa importante que as pessoas não sabem é que o maior processo de capitalização da história do capitalismo no mundo foi feito aqui, na cidade de São Paulo, na sede da Bovespa, quando eu capitalizei a Petrobras depois da descoberta do pré-sal. Então esse país estava funcionando bem. A Dilma no primeiro ano cresceu 4%, depois cresceu 2.9%. A crise mundial foi se agravando. A Dilma percebeu o que tinha que fazer, nós fizemos desonerações de quase 540 bilhões, o que eu acho que foi um equívoco. Quando a Dilma tentou mudar, ela mandou Medida Provisória tentando mudar, o Congresso Nacional rejeitou – falou o petista.

Confira, no vídeo:

FONTE:PLENO NEWS

Share:

TRE proíbe Instagram de excluir posts de Bia Kicis e define multa Deputada acionou a Justiça Eleitoral após a plataforma suspender algumas funcionalidades de seu perfil

 

Deputada federal Bia Kicis Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

Por decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF), o Instagram não poderá excluir publicações feitas pela deputada federal Bia Kicis (PL-DF) durante o período eleitoral. A parlamentar, que disputa a reeleição, decidiu acionar a Justiça Eleitoral após a rede social suspender algumas funcionalidades de seu perfil.

Na peça apresentada ao TRE, a defesa de Bia Kicis afirmou que sua conta no Instagram não pode ser marcada por alguns de seus seguidores. Além disso, a plataforma também a impediu de realizar transmissões ao vivo.

A decisão de proibir a rede de excluir as publicações foi determinada pelo desembargador eleitoral Diego Barbosa, que ainda fixou uma multa no valor de R$ 10 mil diários caso o Instagram exclua algum post da deputada.

“Defiro parcialmente a liminar vindicada a fim de que a empresa Facebook restabeleça todas as funcionalidades do perfil no instagram @biakicis e não exclua publicações por uso de algoritmo durante o período eleitoral, eis que eventual descompasso com a legislação é de ser examinada por esta Justiça Especializada. Determino, ainda, que o Facebook abstenha-se de utilizar quaisquer ferramentas da plataforma para o bloqueio e a restrição do alcance de suas publicações, durante o período eleitoral, atendendo as presentes determinações no prazo de 48 horas, sob pena de multa de R$ 10.000 por publicação excluída ou restringida”, escreveu o desembargador.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Sem público? Campanha de Lula não fará megacomícios Até o momento, os eventos do candidato petista são feitos, em sua maioria, em ambientes fechados

 

O candidato do PT em coletiva de imprensa Foto: EFE/ Sebastiao Moreira

De acordo com o jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, a campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à Presidência da República pelo Partido dos Trabalhadores (PT), não fará megacomícios.

A medida é, por hora, apenas para a campanha do primeiro turno das eleições. Não há uma manifestação do partido sobre um possível segundo turno.

A notícia, porém, é dada quase uma semana depois que o presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, mobilizou milhões de brasileiros em várias cidades do país.

Cidades como Brasília (DF), São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Belo Horizonte (MG), por exemplo, tiveram um público de milhares ou centenas de milhares de participantes.

Enquanto isso, o PT segue investindo em eventos fechados e, nos comícios abertos, há poucos participantes.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Lula aciona o TSE para tentar barrar propaganda de Bolsonaro Campanha do petista quer derrubar vídeo que associa o Partido dos Trabalhadores a atos de vandalismo

 

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Foto: Sebastião Moreira/EFE

Nesta segunda-feira (12), a campanha do candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) decidiu acionar o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para barrar uma campanha eleitoral promovida pelo principal rival nas eleições, o presidente Jair Bolsonaro (PL). O petista quer impedir que que seja veiculado um programa eleitoral exibido no sábado (10), quando a campanha de Bolsonaro associou o PT a atos de vandalismo.

O vídeo tem 2 minutos e 38 segundos de duração e tem início com a frase “na época do PT, as manifestações eram assim”. Na sequência, o vídeo mostra cenas de protestos mostrando confusões e incêndios.

A peça é assinada pelos advogados da campanha de Lula, Eugênio Aragão e Cristiano Zanin Martins. No texto, eles apontam que o programa do PL sugere, “de maneira artificial e maliciosa, que o candidato atribui menor importância à família em seu posicionamento político, sendo que, na fala original, outro é o assunto e o significado contido nas palavras de Lula”.

Além disso, o PT apontou o uso de imagens, no programa de Bolsonaro, de imagens das manifestações do 7 de Setembro. O uso dessas imagens foi proibido no sábado pelo ministro Benedito Gonçalves, do TSE. Em sua decisão liminar, ele apontou que havia “indícios robustos da prática de condutas com potencial abusivo”.

Ao acionar o TSE, o Partido dos Trabalhadores explicou que a veiculação dessa propaganda acontece “exatamente no momento em que o país está submetido a um grave cenário de violência política estimulado não pelo Partido dos Trabalhadores, mas sim pelos aliados de Jair Bolsonaro. Impossível ignorar que já houve dois casos – públicos e notórios – de homicídio de simpatizantes do PT exatamente nesse cenário. Vale dizer, a propaganda em tela distorce totalmente a realidade dos fatos também sob essa perspectiva”.

FONTE:PLENO NEWS

Share:

Postagem em Destaque

Bolsonaro sobre Cármen Lúcia: “Ela quer algo contra mim” Presidente deu declarações durante transmissão nas redes sociais, nesta quarta-feira

  Ministra Cármen Lúcia, do STF  Foto: SCO/STF/Nelson Jr. Nesta quarta-feira (5), o presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou a ministra Cárme...

Comente deixe sua opinião

Blog Archive

SIGA-ME

SIGA-ME
SEJA UM SEGUIDOR

TWITTER

whatsapp

Postagens mais visitadas

Globo de visitas

Marcadores